Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 9:49 AM UTC, Jul 6, 2022

Schola Fratrum

Schola Fratrum

para aprendermos a ser irmãos de todos

Preparação à Ratio Formationis Localis - CCMSI- Índia 2021

Preparar um texto com a participação de todos os frades, escutar os desafior do próprio contexto geográfico e cultural, e buscar compreender a atualidade do nosso carisma é realmente uma arte. Somente os momentos de oração, escuta, reflexão profunda, partilha e discernimento fraterno podem dar credibilidade ao documento da Ratio Formationis Localis.

De 6 a 21 de dezembro de 2021, os formadores, delegados de JPIC (Justiça, Paz e Integridade da Criação - cerca de 41 frades) e os Superiores maiores da CCMSI (Capuchin Conference of Major Superiors in India), juntamente com os respectivos conselhos (cerca de 65 frades), realizaram um seminário interativo no Anugraha Counselling Centre (Tâmil Nadu - Índia), para preparar a Ratio Formationis Localis e atualizar-se sobre alguns temas relevantes da nossa espiritualidade, carisma, interculturalidade e formação.

Diversos peritos nos iluminaram sobre os fundamentos teológicos do nosso “proprium carismático”, sobre o diálogo entre a riqueza da nossa espiritualidade franciscana e os valores próprios das culturas locais, sobre a vivência da nossa identidade nas diversas latitudes do subcontinente indiano. Refletimos também sobre os desafios da colaboração interprovincial, a necessidade de um novo olhar sobre a nossa formação humana, de modo particular, a maturidade psicossexual, a responsabilidade de estarmos próximos dos pobres e também sobre a importância de celebrar a alegria de viver juntos como fardes capuchinhos.

Dirigindo-se aos participantes em via link on-line de Roma, o nosso Ministro Geral Fr. Roberto Genuin disse o seguinte:

“Não há vida capuchinha se não houver vida fraterna - A fraternidade é um dos elementos fortes da nossa identidade. Deveria haver ao menos três membros em cada fraternidade, mas se encoraja um número maior, se possível. A Ratio Formationis não é pensada apenas para a formação inicial, mas também para a formação permanente (mãe da formação inicial) e para todas as fases de formação da nossa vida. Não esqueçam da importância de cuidar da pastoral vocacional. O espírito da Ratio formationis Localis deve entrar na mentalidade das culturas locais das suas circunscrições. Será preciso tempo e energia, mas é preciso focalizar o seu trabalho como conferência CCMSI sobre estes pontos”.

Cada manhã, Fr. John Baptist, Conselheiro Geral da CCMSI, iniciou os trabalhos com uma bela meditação bíblica para iluminar as diversas realidades da formação no contexto indiano. Ao mesmo tempo, Fr. Waldheim, Presidente da CCMSI, convidou todos os participantes a se concentrarem em iniciativas práticas e concretas da RFL no âmbito da própria Conferência.

A conferência sobre a visita acadêmica feita em nossos centros acadêmicos, apresentada pelo Secretariado Geral da Formação, e as outras contribuições dos participantes, evidenciaram alguns desafios importantes: a compreensão e a personalização das intuições da RF, a colaboração interprovincial, o fornecimento de pessoal suficiente aos centros de formação, a necessidade de colaborar para encontrar novos modelos para a promoção das vocações, a criação de algumas fraternidades formativas comuns em nível de CCMSI e o envolvimento dos Secretários da formação de cada circunscrição para avaliar e animar as fraternidades formativas segundo o espírito da Ratio.

A presença dos membros de JPIC acrescentou força ao encontro e às reflexões. Pensando no futuro, ambos os grupos concordaram sobre a necessidade de aprofundar o espírito da colaboração fraterna entre os projetos formativos e os projetos de JPIC: a paz, a justiça, o diálogo inter-religioso, o cuidado da criação e a proximidade aos pobres são a alma da nossa formação. Os participantes deram propostas concretas para pôr em contato e acompanhar experiências formativas nas periferias, reconhecendo a necessidade de ter uma visão iluminada sobre a realidade social atual.

Foi uma bênção ter todos os Superiores maiores com os respectivos conselhos por três dias: puderam se atualizar sobre alguns temas relevantes e refletir sobre a Ratio Formationis Localis. Para este fim, decidiram nomear uma comissão que coordene a redação do documento, antes de ser apresentado ao Conselho Geral para aprovação. A comissão estará em contato estreito com o SGF.

Com prazer partilhamos este vídeo, que é uma pequena mostra da beleza do nosso encontro: Venham festejar...!

Última modificação em Quarta, 09 Março 2022 23:01
Mais nesta categoria: « Informativo PAX ET BONUM