Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 2:39 PM CEST, Aug 18, 2018

Um novo Bispo capuchinho no Japão

Cidade do Vaticano. O Santo Padre Francisco, após ter aceitado a renúncia ao governo pastoral da Diocese de Naha (Japão) por parte de S. Ex.a Rev.ma Dom Berard Toshio Oshikawa, OFMConv., nomeou Bispo da mesma sede Fr. Wayne Berndt, OFMCap., até então pároco de Yonabaru.

Cidade do Vaticano. O Santo Padre Francisco, após ter aceitado a renúncia ao governo pastoral da Diocese de Naha (Japão) por parte de S. Ex.a Rev.ma Dom Berard Toshio Oshikawa, OFMConv., nomeou Bispo da mesma sede Fr. Wayne Berndt, OFMCap., até então pároco de Yonabaru.

Fr. Wayne Berndt, OFMCap. nasceu em 15 de maio de 1954 em Fitchburg, Diocese de Worcester, EUA. Tendo ingressado na Ordem dos Franciscanos Capuchinhos de Nova York (Estados Unidos), emitiu a primeira profissão em 16 de agosto de 1976 e a profissão perpétua em 28 de junho de 1980. Tendo chegado ao Japão em 1981, estudou a língua japonesa em Tóquio até 1983. Foi ordenado sacerdote em 21 de maio de 1983 em Yonkers, Nova York. Após a Ordenação sacerdotal, desempenhou os seguintes encargos: 1983-1984 – Vigário paroquial em Miyako (Diocese de Naha); 1984-1986 – Vigário paroquial em Koza/Futenma/Awase (Diocese de Naha); 1986-1997 – Pároco de Futenma (Diocese de Naha); 1986-1998 – Docente extraordinário na Universidade de Riukyus (Diocese de Naha); 1994-2000 – Ministro da Custódia dos Frades Capuchinhos; 2000-2002 – Pároco de Kumagaya, (Diocese de Saitama); 2001-2005 – Ministério no Centro dos Migrantes Open House (Diocese de Saitama); 2002-2005 – Pároco de Higashi Matsuyama (Diocese de Saitama); 2005-2010 – Pároco de Omiya e Ministério no Centro dos Migrantes (Diocese de Saitama); 2009-2014 – Ministro da Custódia dos Frades Menores  Capuchinhos; 2010-2014 – Pároco de Oroku (Diocese de Naha); desde 2014: Pároco de Yonabaru (Diocese de Naha).

O novo Bispo, come se pode observar a partir de seu currículo, está prestes a assumir o novo encargo valendo-se de uma grande experiência pastoral, acumulada nas múltiplas atividades desenvolvidas seja em nível paroquial como de governo. Além disso, estando ele há mais de trinta anos no Japão, adquiriu um profundo conhecimento da língua japonesa, o que lhe permite trabalhar na sua Diocese como alguém do lugar, que conhece bem a história, a cultura e as tradições do grande país oriental. A Ordem Capuchinha é honrada com a elevação deste seu filho a um serviço tão exigente para a glória de Deus e o bem da Igreja que está no Japão. Felicitações ao novo Bispo.

Vatican.va 17.12.2017.

Última modificação em Sexta, 29 Dezembro 2017 00:29