Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 11:45 PM UTC, Jan 17, 2022

Votos de Feliz Natal

Votos de Feliz Natal
do Ministro Geral

 

Baixar

PDF Italiano

 

Video - Votos de Feliz Natal 2021

 

Natal de 2021

Caros irmãos, bom dia.

Já são diversas as ocasiões nas quais me encontro diante de uma câmera para poder me dirigir a todos, para encontrá-los. Nós nos encontramos com os frades da América, com os frades da Índia, com os frades da Europa, com os frades italianos. Enfim, tantas ocasiões, porque esta pandemia nos forçou a estarmos parados e muitas vezes podemos nos ver e nos alcançar apenas através destes meios. Mas esta é uma ocasião tradicional, por um lado, mas também sempre muito importante para podermos voltar a falar com todos, para dirigir uma felicitação a todos neste Natal que se aproxima.

O Pai quer bem ao homem. Não sei se nós entendemos isso completamente, mas acho que não. Porque este mistério do Pai que nos quer bem e que se revela com extrema clareza na Encarnação do Filho é um grande mistério. Indica que a nossa carne, as nossas pessoas, o que somos, são tão dignos aos olhos do Pai, que o seu próprio Filho os toma sobre si. Talvez nós não tenhamos sempre uma avaliação tão boa de nós mesmos, como é boa a avaliação que o Pai faz de nós. Nós somos dignos. O Pai nos está dizendo, através da Encarnação do Filho, que somos dignos d’Ele, que nos quer bem. E ainda nos conhece muito bem, conhece os nossos limites, conhece os nossos pecados, conhece as nossas fragilidades. Mas isto não é um impedimento, da parte do Pai, para nos querer bem, pelo contrário, a Encarnação do Filho talvez seja o sinal mais evidente de que as nossas fragilidades não são impedimentos.

Devemos dar um pequeno passo e crescer na compreensão deste grande mistério, que é o sentido da nossa vida, sentido da vida do homem. Se quisermos crescer, devemos abrir uma pequena fresta ao Senhor que vem. Não há dúvida quanto ao amor do Pai! A Encarnação nos afirma com tudo: como nos quer bem, como nos valoriza e como deseja para nós salvação, proximidade a Ele, filiação divina. Mas há um pequeno problema: nós experimentamos isto apenas quando abrimos uma fresta de acolhida do Senhor. O fato de celebrar a cada este mistério é justamente um impulso. Na realidade, já abrimos a fresta da nossa vida ao Senhor muitas vezes – isto é obvio – mas depois somos como que distraídos pelas tantas situações que vivemos. Às vezes nos esquecemos, então é muito oportuno repetirmo-nos: atenção para que a vida se torne digna em cada âmbito, se conseguirmos abrir ainda uma vez uma pequena fresta ao Senhor.

Por que? O que acontece? Lendo alguns livros nos últimos dias, passou sobe meus olhos um antigo texto rabínico de comentário ao Cântico dos Cânticos, que assim reza: “o Senhor disse a Israel: meus filhos, abri uma fresta de conversão, pequena como o buraco de uma agulha, e eu vos escancararei passagens, por onde poderão passar carroças e vagões” (Shir HaShirim Rabbah 5,2).

Assim, os votos que quero lhes fazer, realmente de coração, de coração a todos os meus frades, para que possam abrir a fresta ao Senhor, para que Ele passe, passem as carroças, passem os vagões da benevolência do Senhor! Ele nos quer bem e nós estamos bem, se abrimos uma fresta ao seu amor.

Feliz Natal a todos, irmãos!

Fr. Roberto Genuin
Ministro Geral OFMCap

Última modificação em Quarta, 22 Dezembro 2021 10:19