Logo
Imprimir esta página

Novidades literárias

Novidades literárias
Primavera de 2020

Istituto Storico dei Cappuccini

Apresentamos as novidades literárias do Instituto Histórico dos Capuchinhos na primavera de 2020.

Giardini dei cappucciniTÍTULO: Jardins dos capuchinhos

Carla Benocci, A ciascuno il suo paradiso. I giardini dei cappuccini, dei minimi, dei gesuiti, degli oratoriani, dei camaldolesi e dei certosini in età moderna (Bibliotheca seraphico-capuccina, 108), Roma 2020, 24 cm, 777 p. ill. ISBN 978-88-99702-15-1

“Louvado sejas, meu Senhor, por nossa Irmã a mãe Terra, que nos sustenta e governa, e produz frutos diversos e coloridas flores e ervas”: a célebre passagem do Cântico das Criaturas de São Francisco de Assis, retomado na Carta encíclica sobre o cuidado da casa comum Laudato si’ do Papa Francisco de 2015, é um fio condutor que liga as diversas experiências de jardins e hortos do mundo moderno, representando uma resposta eficaz a uma exigência já imprescindível e amplamente difusa. Neste âmbito, as diversas interpretações oferecidas pelas várias Ordens religiosas, como os capuchinhos, os mínimos, os jesuítas, os oratorianos, os camaldulenses e os cartuxos, constituem exemplos frequentemente não conhecidos o bastante, que apontam para caminhos diversos, segundo as respectivas Regras, todas merecedoras de conhecimento e inspiração, na busca de uma antecipação do paraíso. O novo volume de Carla Benocci, renomada estudiosa de história da arte, dos jardins e da arquitetura, oferece uma rica documentação arquivística e iconográfica relativa aos jardins dos religiosos na primeira Idade Moderna.

Benocci: http://www.istcap.org/component/k2/bsc-108.html

Bertoldo di RatisbonaTÍTULO: Bertoldo de Ratisbona

Alessia Francone, La predicazione latina e volgare di Bertoldo di Ratisbona (1210 ca.–1272) (Bibliotheca seraphico-capuccina, 109). Roma 2020. 24 cm, 416 p. ill. ISBN 978-88-99702-16-8

O volume estuda as principais características formais e temáticas da homilética latina e vulgar do franciscano Bertoldo de Ratisbona. Após uma introdução historiográfica, examina-se a ressonância da pregação bertoldiana à luz de um amplo dossiê de testemunhos, entre os quais, aqueles célebres de Salimbene de Adam e Roger Bacon. Tais fontes, lidas em paralelo com as muitas pistas oferecidas pelo corpus bertoldiano, permitem reconduzir a enorme fama do pregador a um estilo homilético emocional, do qual é possível reconstruir os traços salientes. Em base a uma comparação linguística e formal entre alguns textos provenientes dos sermonários latinos e das coletâneas em alto-alemão médio, o trabalho busca então indagar tanto os processos de adaptação e de seleção sofridos pelas pregações de Bertoldo na transição linguística, quanto os mecanismos de circulação e reuso do material homilético. Uma seleção de textos latinos e alemães possibilita de indagar o modelo ético e social proposto pelo pregador. É apresentada, enfim, a transcrição de nove sermões latinos inéditos, tirados dos manuscritos de Leipzig e do chamado “duplo códice” de Friburgo, na Suíça.

O livro nasce da tese de doutorado da autora, a quem foi atribuído ex aequo (com igual mérito) o Prêmio “Paul Sabatier” da Sociedade Internacional de Estudos Franciscanos (IX edição, 2016).

Francone: http://www.istcap.org/component/k2/bsc-109.html

Última modificação em Sábado, 13 Junho 2020 06:05
Copyright: Curia Generalis Fratrum Minorum Capuccinorum
Via Piemonte, 70 - 00187 Roma, Italia, tel. +39 06 42 01 17 10 / +39 335 1641820, ofmcap.org - 1528 - 2020 webmaster