Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 3:04 PM CEST, Sep 16, 2020

Um novo Bem-aventurado para a Ordem

Em 25 de abril de 2017, a Sessão Ordinária de Cardeais e Bispos da Congregação para a Causa dos Santos reconheceu o caráter extraordinário da cura atribuída à intercessão do Ven. Francisco Solanus Casey (1870-1957), sacerdote capuchinho da Província de Calvary (EUA). Em 4 de maio de 2017, o Santo Padre Francisco autorizou a assinatura do decreto que abre as portas para a beatificação, a qual esperamos poder celebrar antes do final deste ano de 2017 em Detroit.

Bernardo Francisco Solanus Casey, sexto de 16 filhos, nasceu em Prescott, no Estado de Wisconsin (EUA), em 25 de novembro de 1870, filho de Bernard James Casey e Ellen Elisabeth Murphy, imigrantes da Irlanda.

De caráter forte e voluntarioso, dotado de espírito altruísta e uma agradável dose de bom humor. Amava muito o esporte, distinguindo-se particularmente no beisebol. Antes de se tornar religioso, tinha sido trabalhador agrícola, lenhador, padeiro, carcereiro, motorista de bonde. Em 1892, com a idade de 22 anos, ingressou no seminário diocesano de São Francisco de Sales em Milwaukee. Não tendo condições de pagar a mensalidade integral, trabalhava como barbeiro para os colegas. Por causa de sua não tão jovem idade e sua inadequada preparação, encontrará enormes dificuldades nos estudos, tanto que, após cinco anos de seminário, os Superiores aconselharam-no a abandonar a ideia do sacerdócio e lhe sugeriram para se tornar religioso.

Bernardo Francisco acatou o conselho com humildade e confiança, vestindo o hábito capuchinho em 14 de janeiro de 1897, no convento de São Boaventura em Detroit. Concluído o noviciado, emitiu a profissão em 21 de julho de 1898, retomando os estudos de teologia no Seminário Seráfico de Milwaukee. As línguas usadas para o ensino, alemão e latim, não lhe ajudaram no aprendizado. Contudo, mesmo com esta dificuldade, os Superiores decidiram ordená-lo sacerdote, baseados nas palavras do Diretor de estudos: “Ordenaremos Fr. Francisco Solanus e, como sacerdote, ele será para o povo uma espécie de Cura d’Ars”. Em 24 de julho de 1904, recebia a Ordenação sacerdotal como sacerdote simplex, com a dura cláusula de não ouvir confissões e nem pregar em público.

Sempre teve funções reservadas ordinariamente aos irmãos leigos, de modo que imediatamente foi-lhe confiado o ofício de sacristão, diretor dos coroinhas e, em seguida, também de porteiro. Após ter estado em diversas casas da Província, foi designado por último ao convento de São Boaventura em Detroit, como porteiro, onde, por 21 anos, atraiu uma multidão de pessoas que acorriam a ele, levadas por suas virtudes e pelas graças extraordinárias atribuídas às suas orações.

Transcorria até dez horas diárias na portaria, sem jamais se permitir uma trégua ou férias, exercendo seu apostolado com a boa palavra, a caridade, a paciência e a obediência.

Em 28 de julho de 1954, Fr. Francisco Solanus celebrou seus 50 anos de sacerdócio. Sua saúde, porém, declinava lentamente e, após contínuas internações no hospital, em 31 de julho de 1957, morria no convento de São Boaventura em Detroit.

Em 15 de maio de 2017, em Roma, o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, acolheu a proposta de iniciativa do Arcebispo de Detroit Dom Allen Henry Vigneron e dos Frades Capuchinhos da Província de Calvary para celebrar o rito de beatificação do Venerável Francisco Solanus Casey no próximo dia 18 de novembro de 2017, em Detroit (EUA).

Última modificação em Quinta, 25 Mai 2017 04:00